Sentimentalismo

Bem-vindo a mim

Já  sentiu-se perdido em meio aos próprios pensamentos a ponto de acreditar que poderia enlouquecer ? Sabe qual é a sensação de sentir que não tem o controle da sua própria vida mesmo que nada aparentemente tão ruim tenha acontecido? Também foi desesperador pensar que você era a única pessoa no mundo a sentir isso?

Bem-vindo a uma outra parte de mim: A ansiedade criou um labirinto de medo na minha mente.

As ideias surgem dentro de você em uma velocidade superior a que você é capaz de acompanhar e tudo parece muito confuso? Você não consegue entender o que está acontecendo com você mesmo e quase acredita que perdeu o controle de si? Automaticamente você acredita que ninguém no mundo será capaz de te entender e então você se isola? Dia após dia, a solidão deixa de ser algo ruim e transforma-se na sua melhor amiga, né ?

Algumas pessoas dizem que você é dramático demais e isso te machuca? Seus pais pensam que a sua falta de disposição para fazer qualquer coisa é por causa de uma mera preguiça, e isso faz você se sentir pior do que já está? As poucas pessoas que você podia contar estão desaparecendo e você está simplesmente permitindo elas saírem da sua vida porque não aguenta mais as superficialidades delas ?

Seu fone fica tanto tempo no seu ouvido que já é quase uma extensão do próprio corpo? Suas músicas te acalmam porque elas mostram pra você que a sua dor não é só sua e a melodia parece ser uma trilha sonora do filme da sua vida… ou com você não é assim? Já acordou disposto a fazer seu coração parar de sofrer e passou o resto do dia alimentando a própria dor e pior: se sentiu um verdadeiro trouxa ?

Se ao longo desse texto a sua resposta foi “não”, não me leve à mal, mas ele não foi feito pra você. Ele foi escrito por mim, para mim e para todos aqueles que em ao menos uma dessas coisas se identificaram. Se ao longo desse texto sua resposta foi “sim”, perceba que você não está sozinho(a) e faça seu coração parar de chorar tanto. Estamos navegando no mesmo mar, vivendo emoções semelhantes e com um objetivo em comum: ser feliz.

Posso afirmar que me afastar de pessoas negativas me fez um bem inexplicável. No entanto, viver a vida sozinha e isolada do mundo como se todos os seres humanos da face da Terra fossem me magoar de alguma forma não foi a fórmula secreta da felicidade. Tudo é uma questão de acontecência; sim, acontecência! As coisas acontecem porque tem de acontecer e cabe a nós educarmos a nossa cabeça a entender as situações de forma realista e não criar tantos monstros em cima delas.

Falar é fácil, eu sei. Mas quem está falando é alguém que, assim como várias pessoas, de vários lugares, luta todos os dias contra os próprios medos para tentar ser mais feliz e menos negativa. Lembre-se: ninguém nasceu sabendo. Quantas coisas você precisou viver para saber o que você sabe hoje? O que você está vivendo hoje com certeza te fará mais sábio amanhã. Existe um lado positivo em todas as coisas do universo, mesmo que você não veja isso. Então, tente não se entregar.

Cada um de nós somos únicos. Mesmo com todos os defeitos, loucuras e problemas somos singulares e igual a gente não há ninguém no mundo, então não perca seu tempo inferiorizando a si mesmo. Esqueça os padrões e não ligue tanto para o que os outros estão pensando, afinal, não temos controle sobre isso. E principalmente, procure ajuda no lugar correto para que não se torne escravo do seu próprio sentimento ou opinião alheia. Desejo liberdade à nós: física, psicológica e emocional.

 

Comentários