Inspire-se!

Todos juntos contra a pobreza!

A preocupação de um grupo de jovens com a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas, se transformou na Organização Social TETO. A precariedade de diversas comunidades foi o ponto de partida para a criação de um trabalho em conjunto com os moradores, que tinha como objetivo obter soluções concretas contra a pobreza. Criado há 10 anos no Chile, hoje a iniciativa se estende por 19 países da América Latina e no Caribe. O trabalho é feito por voluntários e o projeto vive da ajuda de empresas parceiras e da doação de pessoas físicas. Não há apoio de governos, nem de partidos ou religiões.
Toda a ação feita nas comunidades é resultado de uma reunião entre voluntários e moradores. Nesse bate-papo, eles explicam quais são os objetivos e as necessidades daquele local e a partir daí, é feito um planejamento para atender as solicitações. O TETO só entra nas localidades após aprovação dos moradores. No Rio de Janeiro, comunidades como Jardim Gramacho, Parque das Nações, Vila Beira Mar, Vila Kennedy, Portelinha, Canal do Anil e Guaranis já tem projetos ativos, que variam desde horta comunitária, projeto de descarte correto de lixo e banheiro seco, até biblioteca e reforma da quadra de esportes. Nesses locais, o TETO atua fixamente e todos os finais de semana tem visita dos voluntários.

Conversamos com a voluntária Victória Tavares, de 24 anos. Ela conheceu essa iniciativa pela internet e já atua a um ano no projeto.

Em algum momento durante esse um ano, algo te marcou? Bom ou ruim?
Victória: “Pode parecer clichê, mas o que mais me deixa motivada com o teto é que a cada vez que vou à comunidade, a cada evento, é uma coisa diferente, é uma história emocionante, são laços que criamos, sabe? Eu não conseguiria contar uma história mais marcante, porque pra mim, todas são muito especiais.”

Tem algum amigo que virou voluntário após ver o seu trabalho?
Victória: “Sim, mas ainda não são voluntários fixos, apenas pontuais.”

Você disse que conheceu o projeto na internet. Mas o que te atraiu pra virar voluntária?
Victória: “Sempre quis fazer trabalhos voluntários, procurava e nunca achava um que eu me alinhasse completamente. Numa dessas pesquisas pela internet, achei o teto e comecei a pesquisar… namorei um ano o projeto de longe, até que resolvi ir mesmo sem conhecer ninguém. O que mais me atraiu foi a causa mesmo e quando comecei a entender como era por dentro, me apaixonei mais ainda.”

O TETO tem muitos voluntários? Outro dia passei pela Tijuca e vi alguns jovens pedindo doações na rua.
Victória: “Nossas fontes de recursos vem de empresas parceiras e doação mensais de pessoas físicas. Esse evento que você viu, é um evento anual – a Coleta*. Temos um numero bom de voluntários pontuais, mas nem tantos voluntários fixos. Sempre depois dos eventos massivos costumamos realizar reuniões para apresentar as áreas de voluntariado dentro do teto para voluntários fixos.”

E quem quiser ajudar, como voluntário ou com doações?
Victória: “Pode se inscrever no site, tanto pra doar como pra ser voluntário.”

*A COLETA é uma ação de mobilização massiva de voluntários/as, através da qual vamos arrecadar recursos para financiar nossos projetos sociais ao longo do ano.

 

Colabore com o TETO!

Ajude as pessoas invisíveis aos olhos da sociedade a ter uma vida mais digna.
Faça sua parte e vamos construir uma cidade mais justa.

 

Informações adicionais:

Site: www.techo.org/paises/brasil

Site do evento anual de COLETA: www.tetocoleta.com.br

Facebook: www.facebook.com/TETObra

Comentários