Cultura GeekGames e Tecnologia

Paris estuda a inclusão dos e-sports nas Olimpíadas de 2024

Essa semana, uma notícia deixou os fãs de e-sports animados: Tony Estanguet, co-presidente do comitê olímpico dos jogos de 2024, informou que discute a possibilidade de incluir os jogos eletrônicos nas Olimpíadas de Paris. Segundo Estanguet, o sucesso e a popularidade dos videogames entre os jovens seria um bom motivo para transformá-los em modalidade olímpica.

Não é de hoje que existe um grande esforço para reconhecer os games como esportes.  Porém, esse ainda é um assunto bastante controverso. Em uma coletiva em abril desse ano, o presidente do COI, Thomas Bach, falou sobre o assunto e disse não aceitar muito bem a ideia dos e-sports entrarem na competição. De acordo com Bach,  os esportes eletrônicos não possuem uma organização e estrutura confiável e alguns deles vão contras os valores olímpicos.

Apesar de ainda encontrar muita resistência, a modalidade já está confirmada nos Jogos Asiáticos de 2022. Os games entrarão como demonstração já na edição do ano que vem, na Indonésia e depois em definitivo em 2022,  na China. Além disso, a próxima edição das Olimpíadas – que será realizada no Japão – promete colocar os tema “videogames” em evidência. Afinal, quem não se lembra do encerramento das Olimpíadas do Rio, quando o premiê do Japão saiu de um tubo vestido de Mario, para anunciar as Olimpíadas de 2020?

Ainda há muito o que ser discutido. As modalidades esportivas que estarão presentes na Olimpíada de Paris só serão anunciadas oficialmente após o fim das Olimpíadas de Tóquio, que ocorrem em 2020. Até lá, só nos resta aguardar.

E pra você, os jogos eletrônicos devem ser considerados um esportes?

Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários